13.3.09

Curso superior pra quê?

Vai dizer que você, nessa filial mais limpinha da India que é o Brasil, nunca brincou em pensar nas vantagens de se ter o curso superior em caso de prisão? Pois é, parece que isso pode acabar.... mas não para todos! Afinal a justiça além de cega, sofre com o mal de alzheimer, motivo que a leva a estar sempre se esquecendo de alguma coisa...
Eles chamam de "redução de benefício", mas se me perguntassem eu daria a sugestão de "elitização de benefício". Explico: O texto, que ainda segue para votação no plenário do Senado, exclui pessoas com curso superior, padres, pastores, bispos evangélicos, pais de santo (?!), entre outros. Mas preserva o benefício a ministros de Estado, governadores, senadores, deputados federais e estaduais, prefeitos e vereadores, membros das Forças Armadas, magistrados, delegados e membros do Ministério Público e da Defensoria Pública, membros dos tribunais de Contas, e cidadãos que já tiveram exercido efetivamente a função de jurado, salvo quando excluídos dessa lista por motivo de incapacidade para o exercício da função, ou seja quem ainda tem as costas, se não quentes, morninhas.

E atentem para a belíssima argumentação:
"O objetivo é igualar o cumprimento da pena, sem distorções. Por que o Pimenta Neves tem direitos que uma pessoa que não tem curso superior não tem? - disse Demóstenes Torres. (que é do DEM)" (o "Pimenta nos olhos dos outros é refresco" do exemplo é jornalista e réu confesso no caso do assassinato de sua então namorada e colega de trabalho Sandra Gomide)

Agora pergunto: Por que um senador, por exemplo: um Renan Calheiros da Vida, merece algum direito que nós não temos?

Um comentário:

  1. Esse país é uma putaria só!!
    Não tenho mais nenhuma esperança!!!

    ResponderExcluir