26.6.09

Michael Jackson



Estou até agora pasmo com a notícia. Já disse hoje aqui no trabalho várias vezes: "Não acredito que o Michael Jackson morreu."

Me perguntaram qual a imagem do Michael Jackson vou "guardar pra sempre no meu coração". Achei a pergunta, além de cafona, difícil.

Difícil saber qual a imagem vai ficar guardada porque apesar de nunca ter sido um fã fervoroso do cara, eu sempre acompanhei a carreira dele, desde os seus incríveis videoclipes e apresentações ao vivo até os recentes escândalos na mídia.

O primeiro compacto (alguém aí se lembra deles?) que apareceu na minha casa foi o de Thriller. Meu pai comprou pra mim e pro meu irmão. Lembro até hoje daquele disquinho de vinil pequeno com o Michael já começando a sua transformação de black in white (o nariz já tava bem mais fino). Ouvi até arranhar.

Acompanhei bastante a fase do álbum "Dangerous", o clipe da música "Black orWhite" era muito bom. Lembro dele passando no Fantástico. Os efeitos especiais foram um marco pra época. O segundo single, "Remember the Time", trazia um elenco de coadjuvantes pra lá de especiais, todos negros, de Magic Johnson a Eddie Murphy. E o Michael cada vez mais branco.

Se eu não me engano foi nessa época que começaram a pipocar as primeiras denúncias de pedofilia. Aí o negócio ficou feio pro lado do irmão da Janet. Foram várias denúncias de abuso, muitas excentricidades, muitas plásticas, muitas bizarrices, poucos discos vendidos, nenhuma música entre as mais tocadas e o Michael com aquela aparência cada vez mais frágil.

Eu nunca acreditei que ele conseguiria fazer os 50 shows em Londres. Não acreditava que ele pudesse retomar a carreira. Achei que ia ser um fim triste, eles iam acabar cancelando as apresentações, o Michael Jackson iria fugir, ia ser mais um escândalo. Só não achava que ele não fosse aguentar nem chegar até a primeira apresentação. Não imaginava que ele fosse morrer assim tão de repente. Achei que teríamos ainda muitos anos da imprensa especulando sobre a nova modificação no rosto do Michael Jackson ou então sobre sua falência.

Quem sabe não foi melhor assim, sei que os fãs podem achar isso cruel, mas de repente foi melhor o Michael sair de fininho antes de ter sua imagem mais destruída ainda. Quem sabe assim agora não fique somente a lembrança do Michael Jackson lá do "Jackson Five" ou então no seu auge, na época de "Thriller".

É pelo menos o que eu prefiro me lembrar.

4 comentários:

  1. Patricia dos Santos26 de junho de 2009 15:24

    Eu também não acredito que o Michael Jackson morreu. Apesar de toda bizarrice ele sempre foi e sempre será um gênio da música.

    ResponderExcluir
  2. Eu também não acredito que o Michael Jackson morreu.¹²³
    Maas ele vaii continuar sendo o grande REI DO POP!!!!
    Ele é ele foi ele sempre será o melhoooor e uniiico.
    Nimguem consiguira substituiir
    Michael Jackson!!

    ResponderExcluir
  3. Estava ansioso pra ver as performances londrinas...mas não acho q o cara ia ser capaz de muito fisicamente não. Já estava bastante debilitado há uns bons anos.
    RIP!

    ResponderExcluir
  4. Ele seria o que sempre foi.. absoluto como artista e agora para completar... IMORTAL. gerrah sao paulo.

    ResponderExcluir